Glutamina É Vegana? 4 Suplementos De Glutamina Veganos

A glutamina é um aminoácido essencial para o bom funcionamento do corpo humano.  Será que os suplementos de L-glutamina são veganos? 

A L-glutamina está presente na alimentação tanto em proteína animal como vegetal, como por exemplo, bife, ovos, tofu e milho.

Apesar da glutamina ser abundante na carne, a maioria dos suplementos em pó são veganos. Os suplementos em cápsula poderão conter gelatina, mas a glutamina em si é geralmente sintética e vegana.

Se o teu médico ou nutricionista te prescreveu suplementação de glutamina e procuras saber quais as opções veganas no mercado, deixo aqui o top 4 suplementos de L-glutamina veganos:

#1 – Rakkau
#2 – Essential Nutrition
#3 – Vitafor
#4 – Myprotein 

Pessoas saudáveis com uma dieta equilibrada não beneficiam com este tipo de suplementação. Deve ser sempre discutido, prescrito e acompanhado pelo médico ou nutricionista.

Suplementos de Glutamina Veganos

Rakkau

Rakkau é uma marca de eleição porque vende apenas produtos de origem vegetal.

Desde suplementos de proteína, BCAA, nutricional yeast, cacau, e claro, glutamina.

Glutamina é o único ingrediente deste suplemento, por isso, é vegano e livre de glúten.

Vem sob a forma de pó e cada doseador contém 5 gramas de glutamina.

Essential Nutrition

Glutamina é o único ingrediente deste suplemento, por isso não contém glúten ou sabores artificiais.

A glutamina é de origem vegetal, da empresa japonesa Ajinomoto. Esta empresa produz aminoácidos através de fermentação a partir de fontes vegetais como a cana de açúcar.

Podes escolher entre uma embalagem de 300 gr ou 600 gr, com 60 e 120 doses respetivamente. Cada dose contém 5 gramas de L-glutamina.

Vitafor

O suplemento Glutamax da Vitafor é muito parecido com o anterior da Essential Nutrition.

É glutamina isolada em pó, sem qualquer adição de sabor, adoçantes ou ingredientes animais.

A embalagem de 300 gramas também contém 5 gr por dose

Myprotein

Myprotein é uma marca bem reconhecida na Europa mas que já tem presença no Brasil.

O suplemento de glutamina em pó contém 5 gramas por dose caso seja sem sabor.

Em Portugal podes também optar por comprar em formato de comprimido, sendo que, cada comprimido contém 1 grama de glutamina.

As opções em pó com sabor contêm aromas, adoçantes e corantes.

Artigo Relacionado: Os 15 Melhores Suplementos De Proteína Para Veganos.

O Que é Glutamina?

Fontes alimentares de glutamina e a sua produção pelo músculo esquelético

A Glutamina é um aminoácido não essencial muito abundante no plasma e no músculo esquelético. Cerca de 60% do total de aminoácidos livres no músculo esquelético e 20% no plasma, consiste em glutamina. (Ahmadi et al. 2018)

É considerado um aminoácido não essencial porque o nosso organismo consegue produzi-lo. É sintetizado maioritariamente pelos músculos esqueléticos mas também pelo cérebro e pulmões.

Este aminoácido pode tornar-se condicionalmente essencial em situações de doença em que o nosso organismo não consegue produzi-lo em quantidades suficientes.

Existe em dois formatos, a L-glutamina e a D-glutamina, mas é a L-glutamina que é encontrada nos alimentos, suplementos e que é sintetizada pelo nosso corpo.

Na alimentação a glutamina está presente em alimentos com proteína vegetal e animal como, bife, leite, arroz, milho, tofu e ovos. Uma dieta equilibrada fornece glutamina, e outros aminoácidos essenciais e não essenciais que permitem a homeostase e a manutenção da saúde. (Cruzat et al., 2018)

Para Que Serve a Glutamina?

Funções da Glutamina No Corpo Humano

Não admira ser um aminoácido tão abundante, uma vez, que tem tantas funções diferentes no nosso organismo.

A glutamina pode ser utilizada para:

  • Síntese – de outros aminoácidos, proteínas, nucleótidos e outras moléculas biológicas;
  • Homeostase – equilíbrio de fluídos, pH, temperatura corporal e frequência cardíaca.
  • Bom funcionamento do sistema imunitário – é fonte de energia para certas células imunitárias e poderá ter um papel na estimulação imunitária.
  • Bom funcionamento do trato gastrointestinal

Existem Benefícios de Suplementar Glutamina?

Não existem motivos comprovados para que indivíduos saudáveis com uma dieta equilibrada suplementem glutamina. Não aumenta a eficácia imunitária, assim como não previne a doença. (Cruzat et al., 2018)

No entanto, existem vários problemas de saúde que necessitam ou beneficiam da sua suplementação.

  • Performance Desportiva

Uma revisão sistemática com meta-análise de 2018 concluiu que a suplementação de glutamina em atletas não parece afetar significativamente a função imunitária, bem como não parece afetar a performance aeróbia.

Relativamente à performance anaeróbia, força e recuperação muscular, os estudos são limitados e com resultados díspares.

  • Diabetes

Indivíduos com Diabetes Mellitus parecem ter concentrações de glutamina inferiores em comparação com indivíduos saudáveis.

Assim, tem sido sugerida a suplementação de glutamina nesta população e existem alguns estudos que mostram que poderá ajudar no controlo glicémico. (Jafari-Vayghan et al., 2020)

No entanto, são necessários mais estudos para melhor compreender os efeitos da suplementação de glutamina na diabetes, e vale relembrar que qualquer medicação ou suplementação tem de ser seguida pela equipa médica.

Como Suplementar Glutamina

A suplementação com glutamina isolada nas doses recomendadas é considerada segura, mas a suplementação deste aminoácido só faz sentido acontecer quando recomendada por um médico após avaliação clínica e nutricional.

Deverá ser o médico ou nutricionista a recomendar a dosagem e duração da suplementação.

Os suplementos de glutamina em pó geralmente são veganos. Com os suplementos em cápsula é preciso ter mais atenção, pois podem conter gelatina.

Os suplementos de L-Glutamina isolada em lojas desportivas têm em média 5 gramas de glutamina por dose.

Glutamina é Melhor que Creatina?

Glutamina vs Creatina

Glutamina e creatina são substâncias diferentes e ambas essenciais para o bom funcionamento do nosso corpo.

Glutamina é um aminoácido e creatina é um composto de aminoácidos, embora não seja uma proteína.

A creatina também pode ser sintetizada pelo nosso organismo e na alimentação encontra-se maioritariamente na carne vermelha e peixe, por isso, vegetarianos tem uma ingestão baixa desta substância.

Em termos de suplementação para atletas que pretendem potenciar os resultados dos treinos, a creatina é melhor.

Ao contrário da glutamina, existe evidência de que a suplementação com creatina pode melhorar o desempenho e os resultados de atletas e indivíduos que praticam exercício. Sabe mais sobre suplementos de creatina veganos neste artigo -> A Creatina É Vegana? Tudo Sobre Creatina Para Veganos.

Não existe evidência suficiente que justifique a recomendação de suplementação de glutamina em atletas.

Reflexão Final

Na alimentação a glutamina está presente tanto em alimentos de origem vegetal como animal.

A maioria dos suplementos de glutamina em pó sem sabor são adequados a veganos. Com as cápsulas é preciso algum cuidado porque muitas contêm gelatina de origem animal.

A toma de suplementos de glutamina é prescrita por médico ou nutricionista. Pessoas saudáveis com uma dieta balanceada não beneficiam da toma deste suplemento; bem como não existe evidência que justifique a sua toma por atletas.


Este post contém links de afiliados, o que significa que posso receber uma pequena comissão, sem nenhum custo adicional, se comprares através destes links.

Cláudia Reis

O meu nome é Cláudia e tornei-me vegana há cinco anos. Tenho licenciatura em fisioterapia, adoro viajar e aprender sobre o corpo humano, veganismo e sustentabilidade. O amor que tenho pela natureza leva-me a querer contribuir para a liberdade e bem-estar animal.

Os Doritos São Veganos?
Previous Post Os Doritos São Veganos?
A Nike É Uma Marca Vegana?
Next Post A Nike É Uma Marca Vegana?