A Massa É Vegana? Tudo O Que Precisas de Saber

A Massa É Vegana? Tudo O Que Precisas de Saber

À partida este pode parecer um tema banal e de resposta óbvia.

Na minha cabeça de vegana não surge nenhuma razão pela qual a massa não possa ser consumida por veganos. Também não me surge nenhuma razão pela qual algum ingrediente de origem animal fosse adicionado à massa.

Massa

Preparado à base de sêmola de trigo, com várias formas e tamanhos, que geralmente se coze em água a ferver

ou

mistura de farinha com água ou com outro líquido, que forma uma pasta.

Infelizmente, sabemos que nem tudo é tão claro como a água, e que há muitos produtos que parecem ser veganos por serem de origem vegetal, mas que em algumas situações podem não ser, como é por exemplo o caso do açúcar. Podes saber mais sobre o açúcar neste artigo.

Na realidade a resposta à questão se a massa é de origem vegetal ou animal é simples.

A origem da massa é vegetal, o problema surge quando são adicionados ingredientes animais à massa. Como a maioria de nós compra a massa nos supermercados, esta é uma questão bem pertinente.

Massa É Feita De Quê?

O principal ingrediente e por vezes único ingrediente da massa de pacote que compramos no supermercado é sêmola de trigo.

A sêmola de trigo é resultado da moagem incompleta do grão de trigo, e por isso tem uma textura mais granulada e grossa do que a farinha.

A maioria das massas de pacote à venda em Portugal são simples, contêm um ou dois ingredientes (sêmola de trigo ou sêmola de trigo + água) e são veganas.

No Brasil existe uma maior quantidade de massas com ovo mas também existem muitas sem ovo e veganas. É necessário ter um pouco de mais atenção para ter certeza que o ovo está excluído.

Ingredientes De Origem Animal Frequentemente Presentes Na Massa

Existem várias marcas de massa que incluem um ou mais ingredientes de origem animal em alguns dos seus produtos. Estes ingredientes podem ser:

  • Ovo 

É o ingrediente de origem animal mais frequentemente incluído nas massas. Especialmente em massas de lasanha e ninho de ovos (as da Milaneza por exemplo).

As massas de lasanha frescas contêm sempre ovos.

  • Vitamina D

Raramente, a vitamina D também é adicionada à massa. Pode ser de origem animal ou vegetal.

Quando de origem animal costuma ser obtida a partir da lanolina da lã das ovelhas.

Se a embalagem não tiver o símbolo vegano, a única forma de saber se a massa é livre de ingredientes animais é contactando a marca desse produto em específico.

  • Ferro

No Brasil, as farinhas e massas são frequentemente fortificadas com ferro e ácido fólico. Embora acredite que a maioria do ferro não tenha origem animal, esta também é uma possibilidade.

Mais uma vez a melhor forma de ter a certeza é contactando a marca.

  • Queijo

Geralmente presente nas massas com pesto.

  • Tinta de choco

Presente nas massas de tom escuro, fabricadas propositadamente para ter tinta de choco: as massas Nero di Seppia.

Massa Folhada / Massa Quebrada / Massa De Pizza

É possível encontrar massa folhada, quebrada ou de pizza à venda nos supermercados livres de ingredientes animais, mas é um produto que merece algum cuidado. É importante ler sempre o rótulo.

Muitas destas massas contêm mono e diglicerídeos de ácidos graxos (E471), manteiga, leite e L-cisteína.

A manteiga e o leite são, como sabemos, sempre de origem animal e por isso massas com estes ingredientes nunca podem ser consumidas por pessoas que tenham uma alimentação vegana.

Os mono e diglicerídeos de ácidos graxos e a L-cisteína podem ser de origem animal ou vegetal. Assim, a não ser que a embalagem tenha o símbolo vegano ou informação neste sentido, é necessário contactar a marca para saber.

Mesmo que a massa seja vegana, a probabilidade de conter óleo de palma é muito grande. Ainda não encontrei uma massa deste tipo no supermercado que não contenha óleo de palma.

Infelizmente, é um óleo com um impacto muito negativo no planeta: destruição de ecossistemas, espécies em perigo (orangotangos, elefante-de-sumatra, elefante pigmeu de Bornéu, rinoceronte-de-sumatra, tigre-de-sumatra) e desflorestação.

Se tiveres de comprar produtos que contenham óleo de palma, é importante que o óleo tenha certificado de sustentabilidade.

Massas Caseiras

No caso da massa folhada é mais complicado, mas para a massa quebrada e massa para pizza existe sempre a opção de a confecionarmos na nossa cozinha.

É fácil, excluímos ingredientes prejudiciais à nossa saúde e não temos de incluir as gorduras de palma! Há melhor?  😁

Para a pizza indico-te a receita do Presunto Vegetariano. Vais precisar de:

  • Água morna
  • Fermento biológico seco
  • Farinha de trigo
  • Azeite
  • Sal

Para a massa quebrada  indico a receita de criar, comer, crescer. Vais precisar de:

  • Farinha de trigo ou espelta
  • Água
  • Azeite
  • Sal

Massa Integral É Mais Saudável?

Massa Integral

Sempre que oiço ou leio trabalhos de especialistas e nutricionistas adeptos da alimentação vegana, eles costumam aconselhar a ingestão de cereais integrais invés de cereais refinados. A principal razão parece estar relacionada com o maior conteúdo em nutrientes e fibra.

Esta preferência por cereais integrais parece ser uma melhor opção tanto para a dieta vegana como para qualquer outra dieta.

A maioria das massas à venda no supermercado são massas refinadas, isto é, durante o processamento do trigo é retirado o farelo e o germe, removendo muitos dos nutrientes. Às vezes, a massa refinada é depois enriquecida com alguns nutrientes como vitaminas do complexo B, ferro e ácido fólico.

O trigo da massa integral não passa pelo mesmo processamento que o da refinada e por isso mantém-se com mais dos seus nutrientes naturais.

A massa refinada contém mais calorias e menos fibras, o que pode resultar na diminuição da sensação de saciedade. Geralmente a massa integral reduz o apetite e aumenta a saciedade, mais do que a massa refinada.

A massa integral é naturalmente rica em fibras, manganês, selênio, cobre e fósforo. Nutrientes que são perdidos no processo de refinação da massa “comum”.

A fibra move-se através do trato gastrointestinal e ajuda a promover a sensação saciedade.

Existem outros tipos de massa, sem trigo e glúten,  que também podem ser uma boa opção, como a massa de arroz com espirulina, massa de lentilha e massa de ervilha.

Conclusão

As massas que tipicamente compramos no supermercado (secas) na sua forma simples são veganas.

É frequente adicionarem ovo às massas, por isso, o ideal sempre que compramos uma massa diferente é confirmar o rótulo (nada que veganos não estejam habituados :P).

Além disso, algumas massas são fortificadas, e especialmente no caso do ferro e da vitamina D é melhor falar com a marca para verificar se o produto é ou não vegano.

Massas com tinta de choco não são veganas e massas com pesto geralmente também não são veganas.

Existem algumas massas folhadas, quebradas e de pizza disponíveis no supermercado que são veganas. Entretanto é preciso algum cuidado porque existem muitas que contêm ingredientes de origem animal.

Espero ter esclarecido algumas das tuas dúvidas 😉

Cláudia Reis

O meu nome é Cláudia e tornei-me vegana há quatro anos. Tenho licenciatura em fisioterapia, adoro viajar e conversar sobre o corpo humano, veganismo e sustentabilidade. A liberdade é um valor que prezo muito e por isso nada é melhor do que poder contribuir para a liberdade dos animais.

14 Bases Veganas Para Mulheres Éticas
Previous Post 14 Bases Veganas Para Mulheres Éticas
A Gelatina É Vegana? Tudo O Que Precisas De Saber
Next Post A Gelatina É Vegana? Tudo O Que Precisas De Saber