Será Que Miojo É Vegano? Descubra Aqui

Será Que Miojo É Vegano? Descubra Aqui

Miojo é uma marca de macarrão instantâneo, também conhecido como noodles, muito popular no Brasil.

Seria bom que esta forma prática de ter uma refeição em 3 minutos fosse vegana, certo? À primeira vista parece que não há nada de errado, mas infelizmente, miojo não é um produto que veganos devam comprar.  

Miojo é uma marca da empresa Nissin Foods. A primeira massa instantânea foi lançada em 1958 no Japão e estabeleceu-se no Brasil em 1975 como Nissin-Ajinomoto.

O primeiro macarrão instantâneo a chegar ao Brasil foi o Miojo Macamen, daí as pessoas falarem sempre em miojo quando se referem a este tipo de comida.

Atualmente no Brasil existe também o cup noodles, e outros tipos de macarrão, o espaguete e o yakissoba.

Miojo Não É Vegano?! Porquê?

A maioria dos sabores do miojo estão associados a animais, sabor a carne, galinha, bacon, picanha, frango, costela, camarão. E não há razão para irmos procurar se são veganos, certo?

Com este indício já não existe um bom presságio, mas há ainda a possibilidade dos sabores a legumes, tomate e caldo de feijão serem veganos. Infelizmente, não são, e mostro de seguida porquê:

Miojo Lámen de Legumes

Ingredientes do macarrão: farinha de trigo enriquecida com ferro e ácido fólico, gordura vegetal, sal, reguladores de acidez carbonato de potássio e carbonato de sódio, estabilizantes tripolifosfato de sódio, pirofosfato tetrassódico e fosfato de sódio monobásico e corante sintético idêntico ao natural betacaroteno.

Ingredientes do tempero em pó: tempero sabor legumes, cebola em pó, cebolinha verde em flocos, alho em pó, aipo marron em pó, antiumectante dióxido de silício, realçadores de sabor glutamato monossódico, inosinato dissódico e guanilato dissódico, espessante goma guar, corantes natural urucum e caramelo III, e aromatizantes.

Alérgicos: contém leites, derivados de trigo, derivados de cevada e derivados de soja.

Nesta lista existem vários ingredientes dúbios. Vamos analisar desde o início:

  • Ferro: mineral que pode ser obtido através de fontes animais ou vegetais, para ter certeza o ideal é contactar o fabricante;
  • Tempero sabor a legumes: aqui pode estar incluída qualquer coisa, que apenas saberemos caso seja um alergénio;
  • Inosinato dissódico: é um intensificador de sabor que pode ter origem animal;
  • Guanilato dissódico: é um intensificador de sabor que pode ter origem animal (peixe);
  • Aromatizantes: apesar de acreditar que a maioria não são de origem animal, existem alguns aromas que são, e sem confirmar com a marca, não teremos certezas;
  • Leite: ingrediente de origem animal.

Mesmo que confirmassemos com a marca e todos os outros ingredientes dúbios fossem de origem vegetal, o miojo contém leite, e por isso não é vegano.

E eu pergunto:

«Contém leite?? Mas eu não li leite em lugar nenhum!!»

Infelizmente, ainda é permitido que se escondam ingredientes através de nomes como: tempero sabor a legumes. Na minha opinião, é ridículo não termos direito a saber a lista de ingredientes integral de um produto. Espero que num futuro próximo exista uma mudança na legislação neste sentido.

Os ingredientes do miojo de sabor a tomate da turma da mônica são muito parecidos com o miojo lámen de legumes, incluindo um tempero sabor a tomate do qual não são revelados os ingredientes e leite de vaca como alergénio.

Conversei com a Nissan Brasil que prontamente esclareceu que, neste momento, a marca não possui produtos indicados ao público vegano.

No entanto, noutros países como os Estados Unidos já existem várias versões de miojo vegetariano, que a marca afirma não ter ingredientes de origem animal. Pode ser que em breve a marca pense em introduzir estas opções também no brasil.

Testes Em Animais

A Nissin Foods fazia parte de um grupo de empresas que financiavam testes impiedosos em animais.

Felizmente, em Julho de 2018 a Peta anunciou que após negociações com estas empresas, incluindo a  Nissin, estas promulgaram novas políticas em que baniram todos os testes em animais, a menos que exigidos por lei.

Consumir Miojo Regularmente Faz Mal à Saúde

Sei que não vieste parar a este artigo para saberes mais sobre os efeitos do miojo na saúde. Provavelmente já estás consciente de que uma massa instantânea feita em 3 minutos é algo bom demais para ser verdade.

Ainda assim, deixo-te o alerta, pois o miojo geralmente tem um conteúdo nutricional muito pobre. É baixo em calorias, fibra e proteína e alto em sal, gorduras e carboidratos.

Além disso, contém glutamato monossódico, um ingrediente que se mantém controverso. Pode causar efeitos adversos quando consumido em doses elevadas (ganho de peso, aumento de pressão arterial, dores de cabeça e náuseas) e desencadear sintomas em pessoas de maior sensibilidade.

Além da maioria das massas instantâneas não serem veganas, a maioria não são saudáveis e não devem ser incluídas numa dieta de forma regular.

Alternativas ao Miojo Nissin

Panco – Lámen Sabor a Legumes

Panco Lámen de Legumes

Ingredientes do macarrão: farinha de trigo enriquecida com ferro e ácido fólico, gordura vegetal, sal, reguladores de acidez carbonato de potássio e carbonato de sódio, estabilizantes tripolifosfato de sódio, pirofosfato tetrassódico, fosfato ácido de sódio, e corante sintético idêntico ao natural: betacaroteno.

Ingredientes do tempero: sal, farinha de arroz, caldo de legumes, espinafre em pó, açúcar, cebola em pó, cenoura em pó, mandioquinha em pó, proteína vegetal hidrolisada, tomate em pó, extrato de levedura, alho em pó, salsa em flocos, cebolinha em flocos, pimenta do reino branca em pó, alecrim em pó e realçadores de sabor glutamato monossódico, inosinato dissódico, e guanilato dissódico e aromatizante

Panco é uma marca brasileira que vende alguns produtos alimentícios incluindo macarrão instantâneo.

Como contém alguns ingredientes dúbios, contactei a marca que esclareceu que o seu lámen sabor a legumes não contém ingredientes de origem animal.

Assim, este é um macarrão instantâneo que pode ser consumido por veganos e que pode ser uma alternativa a outras massas, como o miojo da nissin, que não são veganas.

Faz a Tua Massinha em Casa

A melhor forma de ter uma refeição tipo miojo vegana e saudável é construindo-a em casa e não tem de demorar muito tempo.

Podes olhar para o teu frigorifico e inventar a tua própria receita com o que tens disponível, ou então, inspira-te nesta receita do Made By Choices.

Os ingredientes para esta receita são:

  • Noodles de arroz
  • Óleo de coco
  • Alho
  • Xarope de ácer ou outro adoçante natural (opcional)
  • Vinagre de maçã
  • Molho shoyu ou molho de soja sem glúten
  • Gengibre
  • Alho francês
  • Couve chinesa
  • Rebentos de feijão mungo
  • Cenouras
  • Courgette
  • Coentros (opcional)
  • Sementes de sésamo (opcional)

Conclusão

O macarrão instantâneo miojo da Nissin Foods no Brasil, não é vegano. Na realidade, nenhum produto desta marca é vegano no Brasil.

Nem todos os ingredientes estão listados no rótulo dos produtos, alguns estão mas são dúbios e outros têm leite como alergénio.

Se no futuro a Nissin lançar miojo vegano no Brasil, será bom saberes que recentemente a empresa abandonou os testes em animais, a menos que requeridos por lei.

Seja como for, este tipo de alimento não deve ser consumido com frequência, pois é pouco nutritivo e acarreta riscos para a saúde.

Compreendo que por vezes a agitação do dia a dia nos deixa cair na tentação do mais fácil e rápido, mas é importante notar as consequências que poderá ter na nossa saúde.

Se o que te atrai não é o tempo mas sim o sabor e este tipo de comida, experimenta cozinhar em casa, fazer as tuas próprias noodles mas veganas & saudáveis.  😊

Cláudia Reis

Olá! Sou a Cláudia e adotei a alimentação vegana há mais de três anos. Licenciei-me na área da saúde mas o que eu realmente prezo é a liberdade e o prazer que viajar me dá!

20 Batons Veganos Para Mulheres Amigas Do Ambiente
Previous Post 20 Batons Veganos Para Mulheres Amigas Do Ambiente
Granado/Phebo É Uma Marca Vegana?
Next Post Granado/Phebo É Uma Marca Vegana?